sexta-feira, 12 de março de 2010

Enfim Mestre!

Após 3 longos e sofridos anos, enfim chegou o dia mais aguardado, o dia da defesa! Fazendo um exercício de relembrar o que se passou nesse tempo todo, e o que mudou de lá pra cá, acabei relembrando do medo excessivo da defesa e até de escrever artigos. Na época achava que não tinha condições de chegar ao destino final. Mas as portas foram abrindo, algumas outras foram fechando, mas óbviamente só depois reconhecia que Ele fechou as portas que deveriam ser fechadas!Se me perguntarem hoje se me arrependo de alguma decisão desse período posso dizer que não me arrependo de nada: Nem da escolha do orientador, nem do tempo que demorei pra defender, nem do número de artigos que escrevi e muito menos da viagem pra Suécia.Sobre a defesa, posso garantir que apesar do nervosismo, tinha certeza que tinha feito um bom trabalho, mas algumas defesas que havia assistido anteriormente (na véspera) tinham aumentado a minha apreensão, sem contar que muitas pessoas haviam falado que iam na minha defesa... O massacre público era eminente. Para amenizar teve demosntrações de carinho de toda parte: Papai e mamãe vieram, Cesta de café do Radical e Débs, Frávios presentes, mensagens de celular, twitts, scraps, MSN e etc...O dia foi bem tumultuado para deixar tudo pronto, mas no horário marcado a sala já estava bem cheia e pontualmente a minha apresentação iniciou (ninguém da banca se atrasou). Demorei uns 2 minutos além do tempo permitido, mas isso passou desapercebido. O prof. Marcone (UFOP) me deixou até constrangido com tantos elogios ao meu trabalho e fez mais sugestões de trabalhos futuros do que correções e perguntas. Já o prof. Heleno (FDV) se importou apenas com a estética do trabalho, formatação de tabelas e etc. Quando chegou a vez do Mauro e André algo já me dizia que estava prestes de terminar, olhei no relógio e duvidei, tava sendo muito rápido e fácil pra ser verdade. Mais um engano, e realmente a defesa terminou após 1:30 min, a banca se reuniu e depois de uns 5 minutos de enrolação, chamaram todos de volta e o resultado foi: "Decidimos aprovar", emoções à parte, nem conseguia acreditar que a defesa foi tão tranquila e que tantas pessoas gostavam de mim assim.Após os salgadinhos, a confraternização, e até hoje continuo achando que estou sonhando, feliz demais por tudo, pelos elogios, pelos resultados do trabalho, por enfim ser mestre, mesmo demorando tanto tempo! Valeu Demais! Agora na nova etapa é dar vazão a tudo que tenho que fazer, principalmente procurar emprego!

Recados:
- Reury, obrigado pela msg no celular e pela homenagem no Reury'Site
- A maior correção da minha dissertação é a inclusão dos nomes do PG e Fernanda nos agradecimentos. Obrigado pela cobertura jornalística via twitter! Algumas pessoas estão parabenizando vocês até hoje por isso... #repassando!
- Débs e Radical pela surpresa da cesta de café da manhã, fiquei até emocionado!
- Família dos Frávios e sua nova formação (incluindo Fravietes) que estiveram quase 100% presente me apoiando. A cada dia sinto que vou sentir mais saudades de vocês! #confissão!
- Jê e Fred, pelo apoio desde o primeiro momento e pelo bate-papo hoje no skype!
- Aos Hell Kampke pelo apoio de longe e de perto!
- Meu futuro guia no pico da bandeira, Sr. Kaabah, vamu que vamu!
- Tiago Rosso, Ana, Aloísio, Guilherme Playboy e Fernando Bundinha pela presença! Família BMS marcando presença!

Abraços
M.s. Edmar Hell Kampke

Um comentário:

Patrícia Pinheiro disse...

Mazinho, parabénsss!!!! Vitor também defendeu tese dias atrás e foi aprovado. Estamos muito felizes!! Bjo!!!